Saiba onde foram gravados os filmes do Oscar 2016

A premiação mais importante do cinema acontece no próximo dia 28, mas meses antes de concorrerem à famosa estatueta dourada, atores, diretores e roteiristas se espalharam em vários cantos do mundo para gravar os filmes. Confira alguns desses destinos e reedite histórias que ficarão marcadas no imaginário dos amantes do cinema. LEIA TAMBÉM

Aplicativo indica locais com tempo bom pra viajar; confira Anote 10 lugares ideiais para observar o céu e as estrelas​ Conheça os melhores cruzeiros do mundo em 2016

O Regresso - Argentina, Canadá e Estados Unidos

O filme que pode render o prêmio de melhor ator a Leonardo Di Caprio demorou um ano para ser gravado. Isso porque uma das condições impostas pelo diretor Alejandro Iñárritu era que o filme fosse gravado apenas com a luz do dia, o que, por conta das locações em lugares remotos, como a Terra do Fogo (foto principal), capital de Ushuaia, fazia com que a equipe tivesse apenas uma hora e meia por dia para gravar.

Grande destaque da edição 2016 do Oscar, com 12 indicações, as gravações do filme aconteceram em vários locais. A Kootenai Fall, na cidadela de Libby, no Estado norte-americano de Montana, também em uma das cenas do longa. No Canadá, um dos locais usados como locação foi a Fortress Mountain, em Alberta. Na região, aliás, a equipe do filme chegou a usar explosivos, causando uma avalanche real.

Spotlight - Toronto e Boston

A cidade de Toronto tem a estranha habilidade de se passar por várias cidades no cinema. Em Spotlight, a cidade canadense se transforma na americana Boston, palco principal da trama. O Parque Franklin, usado como locação, é um dos maiores tesouros verdes da cidade e sempre vale a pena a visita.

Perdido em Marte - Budapeste, Jordânia e Estados Unidos

Uma das principais locações do longa foi o “Vale da Lua”, na Jordânia. Com a impossibilidade de mandar uma equipe e atores para o planeta vermelho, o desafio era encontrar um local que simulasse Marte. A região sul do deserto possui diversas formações rochosas de granito. A sala de controle da Nasa, no Texas, também faz uma aparição no filme.

A Ponte dos Espiões – Potsdam e Berlim, na Alemanha

Antes muito conhecida apenas em Berlim, a Ponte de Glienicke agora é famosa no mundo inteiro, por conta do filme estrelado por Tom Hanks. O local era cenário de troca de informações entre espiões na Guerra Fria. Com vista para Potsdam, a ponte é um dos pontos turísticos mais belos do país.

A Grande Aposta - Nova Orleans, Luisiana e Nova York

Lucro é o que move todas as transações financeiras do mundo. Só que algumas podem dar certo e outras não. O longa A Grande Aposta gira em torno da crise econômica de 2012 e, como não poderia deixar de ser, a história acontece em Wall Street, famoso distrito financeiro norte-americano. O bairro de Argiers, em Nova Orleans, com suas casas em estilo colonial, também foi local de gravação.

Brooklyn - Enniscorthy, Nova York

Enniscorthy, localizada na região de Wexford, é uma das cidades mais antigas da Irlanda. No longa, a cidade litorânea representa a Ilha Esmeralda. Já em Nova York, a colorida Coney Island também ganha espaço no filme.

Mad Max: Estrada da Fúria - Deserto da Namíbia e Nova Gales do Sul, na Austrália

Um filme que se passa em uma tarde. Assim é Mad Max. Com muita ação, o longa foi gravado no deserto da Namíbia. Este pedaço de terra, com formas diferentes e coloração única se estende por milhares de quilômetros quadrados até o centro do país.

A Garota Dinamarquesa - Noruega, Alemanha, Reino Unido, Bélgica e Dinamarca

Para contar a história de Lili Elbe, diversas cidades europeias foram usadas como locação. A jovem é conhecida por ter sido a primeira mulher a fazer a cirurgia de mudança de sexo no mundo. Talvez um dos lugares mais emblemáticos de todo o filme seja Nyhavn, um canal com casas de fachadas coloridas e atmosfera animada em Copenhague, na Dinamarca.

Creed - Filadélfia, Estados Unidos Exatos 40 anos depois de Rocky Balboa dar as caras pela primeira vez nas telonas, o ator Sylvester Stallone volta a interpretar o personagem. Assim como nos antigos Rockys, Filadélfia, nos Estados Unidos, é a cidade-base do filme. As cenas do interior de uma academia de boxe foram gravadas na Must Fight Boxing Club, em Chester, também na Pensilvânia.

Os Oito Odiados - Colorado, Estados Unidos

Escrito e dirigido por Quentin Tarantino, o longa foi inteiramente gravado no Colorado. As montanhas e a estação de esqui de Telluride também fizeram parte do roteiro de gravação. Um set de filmagens foi construído no Estado e o Schmid Ranch também foi usado como local de gravação, para imagens externas.

50 Tons de Cinza - Canada e Estados Unidos

Baseado no livro homônimo de E.L.James, o longa concorre ao Oscar de Melhor Canção Original. A cidade de Seatle, nos Estados Unidos, aparece, sim, no filme, mas apenas com imagens áreas. A maioria das gravações, porém, aconteceram em Vancouver, no Canadá. A Casa Mia no filme é usada como se fosse a mansão do personagem Christian Grey.

007 Contra Spectre - México, Itália, Reino Unido, Marrocos e Áustria

A última interpretação de Daniel Craig no papel do agente secreto James Bond rendeu novamente ao longa a concorrência ao Oscar, desta vez como Melhor Canção Original. Diversos locais serviram de locação para o longa, como o Coliseu, em Roma, e a cidade de Tangier, no Marrocos. Em Londres, o Rule’s Restaurant, no Convent Garden, também faz uma aparição no filme.

O Lobo do Deserto - Jordânia e Arábia Saudita

Indicado ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro na 88ª edição do Oscar, O Lobo do Deserto representa a Jordânia na premiação. O longa foi produzido tanto no deserto da Jordânia, quanto nos desertos de Hijaz (hoje Arábia Saudita).

Star Wars: O Despertar da Força - Abu Dhabi

O sétimo filme da série criada por George Lucas concorre a cinco estatuetas douradas no Oscar 2016. No entanto, quatro são de categorias técnicas e uma de Melhor Canção Original. Um dos locais usados como cenário no filme foi o deserto de Rub’ al Khali, em Abu Dhabi.

Fonte: Panrotas


Parceiros
Parceiros_Rumo dos ventos.jpg

Consultoria e Treinamento

Destaques
Posts Recentes

FlyUp Turismo © 2019